Os 4 estágios da entrega de um e-mail marketing.

3
maio
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

A intenção de qualquer profissional que trabalha com e-mail marketing é atingir o maior número de destinatários possíveis. Quanto mais pessoas atingidas por uma campanha melhores os resultados e portanto, melhor o retorno sobre o investimento. Ou seja, entregabilidade está diretamente relacionada ao sucesso de uma ação de email marketing.

Entregabilidade é um desafio porque os Spammers tem o mesmo objetivo que o seu: chegar na caixa de entrada sem ser filtrado! Eles estão constantemente redesenhando suas mensagens para melhorar a própria taxa de entrega deixando as empresas que trabalham de forma séria numa posição onde são tratados como spammers, mesmo não sendo.

Entregabilidade não tem solução mágica e é um processo bastante complexo. É importante entender todos os componentes que fazem parte do processo de entrega de e-mail, particulamente aqueles que você tem controle sobre, para garantir as melhores taxas possíveis. Enteder a jornada que o e-mail faz para chegar na caixa de entrada é o primeiro passo para atingir o objetivo final.

Os 4 estágios da entrega de um e-mail

É importante compreender que cada e-mail enviado passa por uma série de níveis de filtragem antes de chegar ao destinatário. Algumas dessas filtragens estão fora de seu controle mas outras podem ser gerenciadas por você.

Explicamos abaixo cada nível que o e-mail irá percorrer até chegar na caixa de entrada do destinatário.

1. Nível de Rede:

Ao nível da rede, o ESP (Provedor de Serviços de e-mail) pode colocar um número de diferentes tecnologias e técnicas que irão preparar o seu e-mail para a sua longa jornada até caixa de entrada.

Muitas técnicas diferentes têm sido usadas ao longo dos anos para garantir que os “bons” e-mails passem e os “ruins” sejam bloqueados. No entanto, é importante lembrar que nenhuma destas técnicas são 100% eficazes e por vezes emails legítimos serão perdidos.

2. Nível do servidor:

O sucesso da passagem pelo nível do servidor é controlado pelo proprietário da infra-estrutura do receptor de e-mail. Por exemplo, hotmail.com é regido pela Microsoft, enquanto um endereço de e-mail corporativo é geralmente de propriedade de uma entidade empresa.

Quando o e-mail chega ao servidor de gestão de domínio do destinatário, haverá um outro conjunto de regras que devem ser passados para permitir que o e-mail alcance a caixa de entrada de destino. Estas regras são definidas e só podem ser alteradas pelos administradores do servidor.

3. Nível do computador do destinatário:

Passar pelo nível computador do destinatário depende principalmente do conteúdo do seu e-mail.

A este nível, os softwares anti-spam e as regras de filtragem específicas de usuários entram em jogo. Por exemplo seu e-mail pode ter uma pontuação alta de Spam e ser bloqueado ou o usuário pode ter definido que só vai receber mensagens de remetentes que estejam cadastrados no catálogo de endereço. Cabe ao dono da máquina decidir.

4. Nível do destinatário:

Para que seu e-mail finalmente seja lido pelo destinatário, mais uma vez será analisado o conteúdo do seu e-mail.

Neste nível, você precisa considerar os detalhes do remetente da mensagem e da relevância do assunto uma vez que estes fatores serão fundamentais em seduzir o destinatário abrir a mensagem.

Entender essas estapas é fundamental para você descobrir o que está dificultando a entrega de suas mensagens. São muitas etapas e alguns pontos analisados nem sempre são detalhados pelos provedores e servidores mas a dica que fica é: usar uma ferramenta séria de e-mail marketing e seguir as boas práticas de envio, de lista e da construção de mensagem aumentarão suas chances de chegar até a caixa de entrada.

Fonte: Windows Live Hotmail – Improving E-mail Deliverability into Windows Live Hotmail: http://download.microsoft.com/download/e/3/3/e3397e7c-17a6-497d-9693-78f80be272fb/enhance_deliver.pdf

Curta a Akna no facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×