São Paulo: +55 (11) 3284.8474   Demais Regiões: 4020.9737
SOLICITE UMA PROPOSTA

04 passos para fazer um teste A/B no e-mail marketing

04 passos para fazer um teste A/B no e-mail marketing
7
Oct
103 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 1 LinkedIn 102 103 Flares ×

Um dos métodos mais eficientes e diretos para promover seu produto e garantir a conversão é o e-mail marketing. Segundo estudos, essa ferramenta apresenta a melhor taxa de conversão do mercado digital brasileiro. Em média, 90% dos e-commerces utilizam o e-mail marketing como ação de marketing.

O teste A/B é uma excelente maneira de descobrir qual campanha é mais efetiva para alcançar seus objetivos. Por ser um teste, existem certos benefícios que podem ser aprendidos e usados posteriormente.

Confira nosso passo-a-passo:

  • Defina o assunto
  • Crie o conteúdo
  • Teste os remetentes
  • Escolha a data e hora de envio

1 – Defina o assunto

O assunto é tão importante quanto o conteúdo a ser distribuído. É por meio dele que o cliente vai escolher entre abrir o seu e-mail ou não. Pense em assuntos que estimulem o leitor a querer saber mais sobre o que ele acaba de receber em sua caixa de entrada.

Apesar de uma pequena diferença, colocar o nome da pessoa pode ser muito mais vantajoso para a taxa de abertura. Não existe fórmula secreta. Cada público vai reagir de uma forma. Observe qual tem a melhor taxa de abertura para utilizar nos e-mails que ainda não foram enviados.

2 – Crie o conteúdo

Este é o coração do e-mail marketing. Utilize a criatividade para diferenciar as peças publicitárias. Analise a foto, o link, o botão e até mesmo o call-to-action. Tudo pode e deve ser personalizado. É possível monitorar cada espaço corretamente. Outro teste que pode ser realizado e que traz diferenças significativas é a posição de cada elemento dentro do e-mail marketing. Algumas vezes, é preferível que a imagem tenha maior destaque. Em outras, que o CTA tenha destaque. Você pode testar o conteúdo, por exemplo, enviando e-mails diferentes para homens e mulheres, solteiros e casais e assim por diante.

3 – Teste os remetentes

Testar o remetente pode ser muito vantajoso para a taxa de abertura. Por exemplo, poder escolher entre mandar o e-mail como empresa, como uma pessoa comum ou somente com o endereço de e-mail, sem especificar maiores detalhes. Ao mandar o e-mail com o nome da empresa, é possível pode gerar confiança por parte dos clientes ou desconforto, caso sua marca não tenha uma boa reputação. Se o que acontece com sua empresa é a segunda opção, opte por mandar sua campanha com o seu nome. Isso pode gerar a curiosidade do potencial cliente e, então, a taxa de abertura poderá ser maior.

4 – Escolha a data e hora de envio

Este é um fator-chave na campanha. Saber o momento de enviar o e-mail é como saber a hora exata para fazer uma visita sem incomodar as pessoas. De nada adianta chegar em um momento que não será visto, ou pior, ignorado. Para ser vantajoso, envie os e-mails em diferentes momentos do dia. Se o seu produto foi feito para o momento de lazer, não se esqueça de informar o seu cliente nos finais de semana. Somente envie sua campanha na madrugada se seu produto ou serviço for relevante para a ocasião. Ao mandar um e-mail nessa hora, sua campanha corre o risco de não ser vista no momento ou ficar perdida entre tantos e-mails que o cliente vai ler quando acordar pela manhã. Tenha em mente que mudanças pequenas nos horários podem causar diferenças enormes!

Considerações para o bom funcionamento do teste A/B

Para que você possa saber o que deve ser alterado e o que deve ser mantido no teste A/B, mude apenas uma variável de cada vez. Uma alternativa é provar por partes. Primeiro o assunto, depois o conteúdo e assim por diante.

Divida sua lista em segmentos iguais e fique atento para que o tamanho da amostra seja válido. Se sua lista é muito grande, 10%, divididos em 5% para cada teste, deve servir. Se tiver uma lista menor, pode ser que tenha que usar a lista inteira para saber qual é realmente a forma mais efetiva de comunicar.

Não existe fórmula secreta. O grande segredo é testar, testar e testar. Quanto mais testada for sua campanha, maiores são as chances dela ser realmente eficaz.

Comece a testar suas campanhas, utilize-as de forma estratégica e observe como os resultados irão mudar!

Comentários

  • 8 de outubro de 2015

    Boa tarde.
    Parabéns pelo Post dos 04 passos para fazer um teste A/B no e-mail marketing. Excelentes dicas.

    Abraço,
    Paula Barbieri

    • 9 de outubro de 2015

      Olá Paula,
      Agradecemos o seu interesse por nossas dicas e por sua interação!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

103 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 1 LinkedIn 102 103 Flares ×